ROBÓTICA EDUCACIONAL

Bem vindo ao Mundo da Robótica Educacional

O Petrônio Colégio e Curso oferece para os alunos do Ensino Fundamental ( a partir do 1º ano) e do Ensino Médio a Robótica Educacional como atividade extra curricular em 2018.

O curso é ministrados TODAS AS SEXTAS pelo professor Freire nos seguintes horários:

Fundamental I Manhã – No horário das aulas de Recreação (no MESMO turno que o aluno estuda)

Fundamental I Tarde – No horário das aulas de Recreação (no MESMO turno que o aluno estuda)

Fundamental II e Ensino Médio Manhã – Das 15 às 16h40 (no turno OPOSTO ao que aluno estuda)

Fundamental II e Ensino Médio Tarde – Das 09 às 10h40 (no turno OPOSTO ao que aluno estuda)


O QUE É ROBÓTICA EDUCACIONAL?

Robótica educacional ou robótica pedagógica são termos utilizados para caracterizar ambientes de aprendizagem que reúnem kits de montagem compostos por peças diversas, motores e sensores controláveis por computador e softwares que permitam programar de alguma forma o funcionamento dos modelos montados. Aumentando o interesse e a criatividade dos alunos e integrando diversas disciplinas, a robótica educacional, ou robótica pedagógica, tem despertado a atenção de professores e alunos. Nesse tipo de atividade, o aluno vivencia na prática através da construção de maquetes e robôs controlados por computador, conceitos estudados em sala de aula.

Trata-se de uma atividade lúdica e desafiadora, que une aprendizado e prática. Além disso, valoriza o trabalho em grupo, a cooperação, planejamento, pesquisa, tomada de decisões, definição de ações, promove o diálogo e o respeito a diferentes opiniões. A robótica pedagógica envolve um processo de motivação, colaboração, construção e reconstrução. A Robótica Pedagógica utiliza-se dos conceitos de diversas disciplinas para a construção de modelos, levando os alunos a uma rica vivência interdisciplinar.

OBJETIVOS GERAIS PARA O TRABALHO COM ROBÓTICA EDUCACIONAL
Favorecer a interdisciplinaridade, promovendo a integração de conceitos de diversas áreas, tais como: linguagem, matemática, física, eletricidade, eletrônica, mecânica, arquitetura, ciências, história, geografia, artes, etc., (trabalhar de forma prática conceitos trabalhados em sala de aula nas diversas disciplinas). Desenvolver aspectos ligados ao planejamento e organização de projetos. Motivar o estudo e análise de máquinas e mecanismos existentes no cotidiano do aluno de modo a reproduzir o seu funcionamento. Estimular a criatividade tanto na concepção das maquetes, como no aproveitamento de materiais reciclados. Desenvolver o raciocínio e a lógica na construção de maquetes e de programas para controle de mecanismos.

10 MOTIVOS PARA O SEU FILHO(A) FAZER ROBÓTICA:

1. Demonstração prática de conceitos científicos

Vários conteúdos apresentados em sala de aula podem ser detalhados no curso de Robótica. Se o aluno estiver aprendendo, por exemplo, noções de força, movimento e aceleração, poderá ver o que isso realmente significa e como se resolve, bem como o que é necessário para uma estrutura ganhar estabilidade, etc. Na aula de Robótica o aluno manuseia, constrói, vê as possibilidades de ocorrências, o porquê de tanto parafuso para colocar nesta ou naquela peça etc. A prática materializando a teoria.

2. Desenvolvimento das habilidades mentais

Na aula de Robótica, o aluno será estimulado a usar o raciocínio lógico, a atenção, o poder de concentração e a observação, na medida em que lhe é exigido uma atitude a respeito do que está em construção. Que peças deverá usar, quais movimentos será obrigado a fazer para chegar a um objetivo etc. Tudo é motivo de reflexão e tomada de decisão para cumprir a meta estabelecida entre alunos e professor.

3. Desafio de criar e ser flexível

No Curso de Robótica, o aluno é desafiado a todo instante a criar. Ele terá de encontrar soluções para os problemas que surgem incessantemente durante a aula, desde aqueles de ordem prática – que tipo de parafuso é preciso usar para prender um determinado material, aos mais complexos caso da estrutura adequada para suportar o balanço de uma gangorra, por exemplo. O estímulo à criação faz com que o aluno aprenda na prática, encontrando novas funções para objetos comuns e tradicionais.

4. Aprimoramento da coordenação motora e manual

O aluno de Robótica trabalha as mãos e os olhos o tempo inteiro. São dezenas de peças separadas por tamanho, cor e função – para chegar a essa classificação, ele tem de desenvolver um método de organização, cada material armazenado em um local específico etc. Por mais dificuldade que o aluno encontre, ele é estimulado a aprender, nesse tipo de atividade, a organizar de modo que facilite a execução de suas tarefas.

5. Incentivo as capacidades de projetar e planejar

Antes de realizar um projeto, é preciso definir o que se pretende alcançar, fazer uma seleção do material necessário e pensar nas condições para a sua realização, levando em conta o tempo, o espaço e os recursos disponíveis. A aula de Robótica tem essa característica, a de vivenciar a realidade, das suas possibilidades e dos seus limites. O professor sempre atua como mediador, ele legitima a possibilidade e dá condição para o aluno refletir sobre a viabilidade ou não do projeto que tem em mente.

6. Interesse pela imaginação

Na aula de Robótica, os projetos podem ser criados a partir das ideias e histórias dos alunos. Vamos imaginar que o aluno montou algo parecido com uma montanha russa, o que fez outra construir uma espécie de roda gigante, isso foi o suficiente para o grupo demonstrar interesse de criar um parque de diversões, o que poderá ser executado sob a orientação do professor. A inventividade é assim estimulada de modo a testar se o que existe e tem graça no mundo do imaginário pode se tornar real ou não.

7. Aprendizagem em trabalhar em equipe 

Nas aulas de Robótica o aluno é incentivado a trocar experiências. Os projetos são quase sempre realizados em pequenos grupos, fortalecendo as relações interpessoais, o respeito ao trabalho e às ideias do outro, bem como a cooperação e a generosidade mútua. Nem sempre é fácil essa integração, pois dentro de uma sala existem alunos com personalidades diferentes, sempre haverá a competição, a rivalidade, mas com o tempo esse cenário é transformado. Estimulamos nossos alunos a construir em grupo, desenvolvemos a percepção sobre a importância da função do colega, de como ele é importante na realização de um determinado projeto.

8. Entendimento dos próprios limites

O aluno aprende no curso de Robótica a testar os próprios limites, a conviver com as diferenças e aprender com elas. Ao transmitir confiança em si mesmo, o professor ajuda o aluno a lidar com os desafios inerentes ao processo de construção dos projetos propostos.

9. O valor da paciência e da disciplina

O projeto de Robótica é normalmente pensado em fases que exigem tarefas resolvidas uma após a outra. É um projeto que começa simples, mas pode se tornar complexo à medida que novas aprendizagens são incorporadas. Faz-se necessário ter disciplina e atenção, e entender que não podemos pular etapas na construção dos novos projetos.

10. Desenvolvimento da meta cognição 

No curso de Robótica, o aluno ganha a percepção do próprio processo de aprendizagem (meta-cognição). Bem orientado, ele consegue perceber quais são os grandes desafios, assim como os caminhos e os recursos que têm à disposição para ter êxito nas tarefas. Ele se habitua a pensar sobre o próprio desempenho e a vibrar com o que se mostra capaz de conquistar.

Mais informações e valores na Papelaria Marineves.

Atendimento Online

Nossos atendentes não estão disponíveis no momento! Deixe uma mensagem e em breve entraremos em contato com você.

Olá! Em que posso ajudar?

Clique ENTER para conversar